Home

MBR vs GPT: Diferenças entre a Partição MBR e GPT

Updated on segunda-feira, 27 de maio de 2024

iBoysoft author JoãoSilva

Written by

JoãoSilva
Professional tech editor

Approved by

Jessica Shee

Português English Français Deutsch やまと Español

MBR vs GPT: Qual Escolher ao Particionar um Drive

Ao configurar um novo drive para o seu PC ou Mac, será solicitado que escolha entre MBR (Master Boot Record) ou GPT (GUID Partition Table). Estas opções são usadas para organizar e gerenciar o espaço de armazenamento em um dispositivo de armazenamento. 

Neste artigo, explicaremos as diferenças entre MBR e GPT, ajudando você a decidir qual usar para o seu disco rígido em um PC ou Mac. 

MBR vs GPT

Visão geral de MBR vs. GPT

Uma partição é uma seção lógica criada dentro de um dispositivo de armazenamento físico. Cada partição opera como uma unidade de armazenamento independente, com seu próprio sistema de arquivos e estrutura de diretórios. Um dispositivo de armazenamento tem pelo menos uma partição. É possível dividir um dispositivo de armazenamento e criar várias partições.

Uma tabela de partição define e gerencia as partições no dispositivo de armazenamento, especificando sua localização, tamanho e sistema de arquivos. O Master Boot Record (MBR) e a GUID Partition Table (GPT) são tipos comuns de tabelas de partição.

O que significa MBR?

MBR significa "Master Boot Record", e é um esquema de particionamento mais antigo. Refere-se a uma estrutura de dados pequena, mas crucial, localizada no início de um dispositivo de armazenamento que contém informações sobre as partições do disco e o código para carregar o bootloader e inicializar o sistema operacional.

O que significa GPT?

GPT, abreviação de GUID Partition Table, é um esquema de particionamento mais recente e versátil. "GUID" significa "Globally Unique Identifier". Significa que cada partição em um dispositivo de armazenamento formatado como GPT é atribuída a um identificador único e global de 128 bits, reduzindo o risco de conflitos de nomeação e facilitando o gerenciamento de partições.

GPT foi projetado para superar as limitações do MBR. Continue lendo para descobrir algumas diferenças-chave entre MBR e GPT. 

Tabela de comparação MBR vs GPT

Entende melhor agora MBR e GPT? Compartilhe seu conhecimento com mais pessoas!

 

MBR vs GPT: compatibilidade do sistema

Você pode usar MBR ou GPT como o esquema de particionamento para o seu dispositivo de armazenamento externo se o utilizar apenas para armazenamento de dados. No entanto, poder usar MBR ou GPT como unidade de inicialização contendo um sistema operacional depende de qual interface seu sistema suporta. 

MBR é compatível com sistemas BIOS mais antigos, enquanto GPT é destinado principalmente aos sistemas UEFI mais modernos.

É possível instalar o Windows Vista e posterior, incluindo Windows 7, 8, 8.1, 10 e 11, e versões do Windows Server em discos formatados como MBR ou GPT. No entanto, Windows XP, Windows 7 de 32 bits e Vista são exceções, pois não conseguem inicializar a partir de um disco GPT. 

A Apple passou a utilizar GPT desde o Mac OS X Tiger 10.4. 

MBR vs GPT: capacidade de partição

MBR vs. GPT: Tamanho máximo da partição

O MBR tem uma limitação no tamanho das partições que pode lidar. Pode endereçar um máximo de 2,2 terabytes (2,2 TB) por partição. Por outro lado, o GPT não tem as mesmas limitações de tamanho que o MBR. O tamanho máximo da partição do GPT é virtualmente ilimitado, tornando-o adequado para unidades muito grandes.

MBR vs. GPT: Número de partições

O MBR permite um máximo de quatro partições primárias ou três partições primárias e uma partição estendida. Você pode criar múltiplas partições lógicas dentro da partição estendida. Isso limita o número de partições que você pode criar, o que pode ser uma restrição para configurações de armazenamento complexas.

O GPT permite até 128 partições primárias por padrão, embora esse limite possa ser estendido, se necessário. Esse suporte aumentado de partições é particularmente útil para configurações de armazenamento complexas, como as encontradas em servidores ou data centers.

MBR vs. GPT: recuperação de dados

O MBR é mais vulnerável à corrupção de dados, pois falta redundância e armazena todas as informações de partição e código de inicialização juntas. Uma vez que ocorre corrupção do MBR, será difícil acessar os dados no disco. Por outro lado, o GPT oferece mecanismos de detecção de erros e redundância por meio de uma tabela de partição de backup no final do disco, tornando-o mais resistente à corrupção.

Estrutura GPT vs MBR

No entanto, a recuperação do MBR geralmente é considerada mais fácil devido à sua simplicidade e estrutura compacta. A recuperação do GPT pode ser mais complexa, mas seus recursos robustos são projetados para melhorar a integridade dos dados e reduzir o risco de corrupção em primeiro lugar.

Felizmente, a maioria das ferramentas de recuperação de dados, como o iBoysoft Data Recovery, oferece suporte para dispositivos de armazenamento particionados em MBR e GPT. Essas ferramentas utilizam algoritmos avançados de recuperação para escanear sua mídia de armazenamento, analisar minuciosamente os dados armazenados e recuperar informações potencialmente recuperáveis. Em certos casos, ferramentas especializadas podem até restaurar arquivos importantes ao recuperar tabelas de partição MBR ou GPT corrompidas.

MBR vs. GPT: Qual é o melhor?

A escolha entre MBR (Master Boot Record) e GPT (GUID Partition Table) como o esquema de partição melhor depende de suas necessidades específicas, hardware e capacidade do seu dispositivo de armazenamento.

Tanto o MBR quanto o GPT têm suas vantagens e limitações. Para sistemas modernos e unidades grandes, o GPT é geralmente a melhor escolha.

Diga a seus seguidores qual esquema de partição você prefere.

 

Como converter MBR para GPT

O MBR está se tornando menos prevalente e menos adequado para as necessidades de computação modernas. Se você possui um disco MBR, mas deseja usar o GPT, siga os passos abaixo para converter um disco MBR em um disco GPT.

Como converter MBR para GPT no Windows

Passo 1. Faça backup do disco MBR antes da conversão.

Passo 2. Abra o Gerenciamento de Disco no seu computador Windows.

Passo 3. Exclua todas as partições e volumes no disco MBR clicando com o botão direito em cada partição e selecionando Excluir Partição ou Excluir Volume

Passo 4. Clique com o botão direito no disco MBR que deseja converter para o formato GPT e selecione Converter em Disco GPT.

Como converter MBR para GPT no Windows

Como converter MBR para GPT no macOS

Passo 1. Faça backup do disco MBR antes da conversão.

Passo 2. Abra o Utilitário de Disco no seu computador Mac.

Passo 3. Selecione o disco MBR na barra lateral esquerda.

Passo 4. Clique no botão Apagar na barra de ferramentas superior.

Passo 5. Escolha Mapa de Partição GUID no campo Esquema. 

Como converter MBR para GPT no Mac

Passo 6. Clique em Apagar para confirmar. 

Achou os tutoriais úteis? Compartilhe sua alegria com os outros!

 

Conclusão

Agora, você deve ter uma boa compreensão sobre partição MBR vs GPT e saber sua resposta para a pergunta "MBR vs GPT, qual é melhor?" Além do que discutimos neste artigo, existem mais diferenças entre MBR e GPT que valem a pena explorar. Sinta-se à vontade para aprofundar para obter uma compreensão mais abrangente.